Colocar o microchip no seu gatinho: sim ou não?

Blog

Colocar o microchip no seu gatinho: sim ou não?

Colocar o microchip no seu gatinho: sim ou não?

O microchip é um mecanismo permanente de identificação. Além de atualmente ser obrigatório, o microchip é a melhor forma de encontrar o seu gatinho, caso ele se perca ou seja roubado. Desta forma, quem o encontrar rapidamente conseguirá chegar até si, bastando para isso dirigir-se a uma clínica veterinária, solicitando a leitura do microchip.

A aplicação do microchip é um procedimento seguro e indolor. Contrariamente ao que muitas pessoas pensam, o microchip não tem um sistema de GPS e, por isso, não lhe permite localizar o seu felino em tempo real.

Tal como o do cão, cada dispositivo tem um código, que é registado numa base de dados (SIRA - Sistema de Identificação e Recuperação Animal e/ou SICAFE - Sistema de Identificação Canino e Felino), com todas as informações necessárias - detalhes e nome do gato, nome e contactos do dono, bem como o contacto da clínica/hospital onde o animal foi registado. Desta forma, a localização é mais rápida e há um maior controlo do abandono dos animais, que em Portugal ainda é uma triste realidade.

A colocação do microchip é realizada após uma breve consulta com o médico veterinário. É introduzido no lado esquerdo do pescoço, debaixo da pele do seu gatinho. Ele não sentirá o microchip e, na maioria das vezes, este mantém-se na posição correta durante toda a sua vida.

Para mais informações sobre como colocar um microchip do seu gato, fale com a nossa equipa de médicos veterinários.


Fonte: Purina

Ao continuar a navegar ou clicando em ‘Aceitar’, você concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a sua experiência no site e para fins analíticos. Para saber mais sobre como utilizamos os cookies leia a nossa política de privacidade

Entrar

Patinhas Mimadas

Comparar0Minha wishlist0

O seu carrinho

Não existem artigos no carrinho